Democracia em Angola

Contrato com a Rio Tinto é de execução imediata

O contrato de investimento mineiro no quimberlito do Chiri (Lunda-Norte), assinado esta sexta-feira (8), em Lisboa, entre o Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Endiama e a multinacional anglo-australiana Rio Tinto, começa a ser executado de forma imediata, com operações de prospecção que se prolongam por quatro anos.

A informação foi avançada pelo presidente do Conselho de Administração da Endiama, Ganga Júnior, que, ao falar à imprensa, confirmou as informações iniciais, que atribuem à sociedade um período de concessão de 35 anos, bem como participações de 75 por cento para a multinacional e de 25 por cento para a diamantífera estatal angolana.

Ganga Júnior realçou que a participação da Endiama decorre de investimentos de 14 milhões de dólares realizados na mina ao longo do tempo e empregues em trabalhos de perfuração, de investigação geológica e mineira que permitiram aferir que se trata, de facto, de um quimberlito mineralizado.

O contrato concede à diamantífera angolana a possibilidade de elevar a participação para 49 por cento, com o qual o capital da  multinacional cai para 51 por cento, de acordo o líder da Endiama que disse que o projecto da companhia é o de “começar a trabalhar imediatamente”.

Nesse caso, a fase de prospecção de quatro anos na mina de 74,5 hectares, dá lugar a estudos de viabilidade técnico-económica para a obtenção da licença de exploração, com a implantação da mina a estar prevista para 2024.
Na ocasião, o presidente executivo da Rio Tinto, Kenneth Tainton, manifestou-se  optimista quanto ao potencial do quimberlito, o que é dado especialmente pela localização, próxima de outras minas como Catoca e Luéli, mas sublinhou a importância da prospecção na aferição da viabilidade do projecto.

O representante da multinacional garantiu financiamentos para outros negócios diamantíferos e de outras matérias-primas, sem perder de vista a componente social junto das comunidades, para que a actividade se reflicta na melhoria das condições de vida das populações, por via da oferta de trabalho e outros projectos sociais.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *