Democracia em Angola

FAO reitera parceria com Governo angolano

O Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) garantiu, na última semana, que continuará a prestar apoio ao Governo de Angola para a continuidade dos programas de diversificação económica.

De acordo com a representante em Angola, Guerda Barreto, a diversificação da economia tem sido a principal bandeira do Governo, para acelerar o desenvolvimento económico e a criação de empregos, com maior realce para jovens e mulheres.

Em razão disso, reconheceu Guerda Barreto, a FAO associa-se à aposta do Governo que é de dinamização das estruturas logísticas e comerciais seleccionadas o apoio à produção nacional.
Guerda Barreto, que assistiu ao lançamento do projecto “AgroComércio Verde” lembrou que o mesmo beneficiará mais de dois mil agentes económicos.

A representante da FAO em Angola reconhece que o “AgroComércio Verde” estabelece uma plataforma de governança inclusiva de formas a garantir a produção local, com o envolvimento dos intervenientes do sector alimentar, além da sustentabilidade global a longo prazo.

Por outro lado, disse Guerda Barreto, esta iniciativa, em que são parceiras do Governo, permitirá desenvolver estratégias para melhorar a resiliência dos sistemas alimentares locais, desenvolver estratégias de financiamento, análise de investimento e materialização de políticas.

Lançado, na semana finda, em Luanda, pelo ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, o projecto deverá ser implementado em oito províncias, sendo Luanda, Cuanza-Norte, Malanje, Cuanza-Sul, Benguela, Huambo, Bié e Namibe.

Add a Comment

Your email address will not be published.