Democracia em Angola

Malanje tem terminal ferroviário de transporte de combustíveis

A estrutura foi inaugurada pelo vice-governador provincial de Malanje para o Sector Político, Económico e Social, Domingos Eduardo, por ocasião das festividades do Dia da Paz e Reconciliação Nacional, ontem assinalado.

O projecto, que resulta de uma parceria entre os Caminhos de Ferro de Luanda (CFL) e o grupo empresarial “Parâmetro Perfeito”, vai permitir, numa primeira fase, transportar, semanalmente, de Luanda para Malanje, cerca de 1 milhão e 300 mil litros de gasóleo.

Ao discursar no acto inaugural da estrutura implantada na estação ferroviária de Malanje, o presidente do Conselho de Administração dos CFL, Júlio Bango Joaquim, explicou que o  projecto tem como principal objectivo o processo de transportação de combustíveis por via ferroviária.

Júlio Bango informou que, para o sucesso da operação, os CFL vão colocar à disposição da empresa “Parâmetro Perfeito” 12 locomotivas e sete vagões cisternas com capacidade de transportar 333 mil e 600 metros cúbicos de combustível por viagem. Com esta capacidade, propõe-se transportar 1 milhão 333 mil e 400 metros cúbicos por semana, com três frequências.

O PCA dos CFL acentuou ainda que, com o objectivo de aumentar a capacidade de transportação de combustíveis, para “os próximos tempos”,  a reparação de mais 20 vagões cisternas que vão ser, igualmente, colocados à disposição do grupo  “Parâmetro Perfeito”, para aliviar a capacidade de transportação para milhão 112 metros cúbicos por viagem.

A directora geral do grupo empresarial “Parâmetro Perfeito”, Joana Cardoso, destacou o apoio do Governo provincial de Malanje na reabilitação do recinto onde foi implantado o equipamento ferroviário e a sua inscrição no programa de inaugurações das várias obras em curso, no âmbito das festividades da Paz.

Apelo ao investimento

O vice-governador provincial de Malanje para o Sector Político, Económico e Social, Domingos Eduardo, manifestou satisfação pelo facto de Malanje ter sido eleito para a implantação desta “importante infra-estrutura”.

Domingos Eduardo lembrou que a província de Malanje, a nível das estratégias do Plano de Desenvolvimento Nacional 2018- 2022, é tida como uma plataforma logística. Na sua óptica, o terminal ferroviário vai contribuir no aumento e melhoria da expansão de combustíveis.

O vice-governador pediu ao grupo Parâmetro para investir, também, na agro-indústria, infra-estrutura, transportes, estradas, turismo, bens e serviços e nos sectores-chave da economia.

“Este investimento é valorizado hoje, sobretudo pelo facto de estarmos a comemorar os 20 Anos de Paz duramente conquistada e que custou a vida de muitos angolanos”, realçou.

Add a Comment

Your email address will not be published.