Democracia em Angola

MPLA promove a tolerância

O MPLA é um partido que promove a cultura da tolerância política e a reconciliação nacional, porque acredita que o país faz-se com a participação de todos, afirmou, este sábado, em Caxito, a primeira secretária provincial no Bengo.

Mara Quiosa, que falava no acto de apresentação, a nível do Bengo, da agenda política do MPLA para 2021, disse que o partido sempre primou pelo diálogo como a melhor via para resolver qualquer tipo de problemas, sublinhando que “Angola é mais importante que qualquer ego”.

O grande objectivo do MPLA para este ano, disse, é a intensificação das reformas políticas e económicas em curso e a mobilização dos militantes para os desafios políticos e eleitorais que se avizinham. 

A agenda política do MPLA para 2021 está constituída por oito eixos fundamentais, sendo que no domínio do desenvolvimento socioeconómico e sustentável o partido propõe-se elaborar as linhas de força do Programa de Governação do MPLA para o período 2022-2027, com ênfase na estratégia macroeconómica, no relançamento e diversificação da economia, na reformulação do sistema de educação e ensino, entre outros aspectos.

Intensificar as acções de combate à corrupção, à impunidade, à bajulação e ao nepotismo, com vista à moralização da sociedade, bem como promover o aumento de empregos para os jovens e capacitação profissional e académica destes, são alguns dos eixos constantes na agenda política do MPLA.

Consequências da pandemia

O primeiro secretário provincial do MPLA, no Namibe, considerou que o cumprimento da acção política e governativa ficou condicionado com a continuidade da crise económica e financeira mundial, agravada, em 2020, pela propagação da pandemia da Covid-19.

Archer Mangueira, que falava, em Moçâmedes, no acto de apresentação da agenda política do MPLA para 2021, aos militantes, amigos e simpatizantes do partido, adiantou que, apesar disso, o partido vai continuar a promover a melhoria das condições de vida dos cidadãos e, sobretudo, assegurar o progresso social do país, rumo ao desenvolvimento sustentável.

Archer Mangueira considerou que 2021 será um ano com “carácter especial”, por ser o da realização do 8º Congresso ordinário do MPLA e pré-eleitoral. Deste modo, para acção política do MPLA, nesse ano, o político enumerou os oito objectivos estratégicos constantes da Agenda Política, que passam pela mobilização do partido para consolidação do processo da paz, unidade e harmonização nacional, através de acções de intervenção a nível da sociedade.

Segundo Archer Mangueira, organizar, preparar e realizar com sucesso e de modo participado o congresso, a decorrer em Dezembro, bem como o da OMA, já em Março, são outros objectivos que incidem nas estratégias constantes da agenda política.

Fonte

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *