Democracia em Angola

MPLA quer recuperar deputado perdido em 2017

O secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, desafiou a direcção do MPLA na Lunda-Norte a envidar esforços para resgatar o deputado perdido nas eleições gerais 2017 para a UNITA.

O ponto de partida para o alcance de resultados positivos, disse, tem a ver com a preservação da unidade e coesão interna no partido.

Ao intervir no encerramento da XII Conferência de Balanço e Renovação de Mandatos, que reconduziu Ernesto Muangala ao cargo de primeiro secretário Provincial da Lunda-Norte, Paulo Pombolo apelou aos militantes a continuarem a trabalhar com a mesma dinâmica para a transformação dos Comités de Acção do Partido (CAP) em centros de debate e discussão dos reais problemas das comunidades, transmitindo  os programas e projectos que satisfaçam as necessidades da maioria.

O secretário-geral do MPLA alertou que não basta o slogan que diz que “Em 2022 quando assustarem já está”, se não existir trabalho e empenho da direcção do partido em garantir a implementação de projectos de impacto social, com reflexos positivos na vida das famílias.

A este propósito, apelou aos comités provinciais do MPLA a prestar uma atenção especial à resolução dos problemas sociais que afligem as populações.

Pombolo defendeu a continuação do trabalho de recrutamento de novos militantes, visando o fortalecimento das fileiras do partido.

“Temos de continuar a ir ao encontro dos militantes e potenciais eleitores e vender, da melhor forma possível, o programa de governação do MPLA. Precisamos trabalhar, para o fortalecimento das fileiras do nosso partido”, apelou.
O primeiro secretário reconduzido, Ernesto Muangala, disse que com a realização da Conferência Provincial, estão criadas as bases para o MPLA na Lunda-Norte assumir, com firmeza, os desafios eleitorais que se avizinham.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *